PRÊMIO DE DESIGN RIMOWA 2023 - PROJETOS VENCEDORES
PRÊMIO DE DESIGN RIMOWA 2023 - PROJETOS VENCEDORES
Voltar para histórias
DESIGN |

PRÊMIO DE DESIGN RIMOWA 2023 - PROJETOS VENCEDORES

Tendo começado em outubro de 2022, a primeira edição do Prêmio de Design RIMOWA chegou a um final extraordinário.

 

Durante uma cerimônia realizada em maio na cidade de Berlim, sete trabalhos foram selecionados como finalistas, cada um recebendo seu própio prêmio. Após cuidadosa consideração, o júri indicou Noa Grgic como vencedor da primeira edição da competição estudantil, que aborda um assunto em constante evolução: a mobilidade. Jesse Jacobsen e Paul Meyer receberam menção especial. Saiba mais sobre seus projetos premiados abaixo:

 

NOA GRGIC - VENCEDOR

ACADEMIA DE BELAS ARTES DE STUTTGART

 

PROJETO: “POSITIVIDADE DO CORPO ARTIFICIAL”

 

Recuperar a mobilidade após perder um ou vários membros é uma das grandes maravilhas dos tempos modernos. Apesar de muitos amputados ainda conseguirem viver de maneira independente e desimpedida, mais de 30% sofrem de depressão.

 

 

 

 

Vários estudos e conversas com o meu grupo-alvo mostraram que uma razão significativa para a depressão é a imagem corporal. A imagem corporal descreve os pensamentos, sentimentos e até mesmo a percepção de uma pessoa em relação à estética ou atratividade do seu próprio corpo. Essa imagem assume uma dinâmica totalmente nova quando combinada com a necessidade de usar próteses de membros.

O processo que leva à amputação é traumático e frequentemente inesperado. Após meses de dor e imobilidade, a pessoa é solicitada a escolher entre uma variedade de próteses que procuram assemelhar-se ao(s) membro(s) perdido(s). O “vale misterioso” é uma relação hipotética entre o grau de semelhança humana de um objeto e a resposta emocional de alguém a esse objeto. A hipótese sugere que objetos humanoides que se assemelham imperfeitamente a partes humanas reais provocam sentimentos de estranheza e de mal-estar e repulsa. Alcançar a positividade do corpo depende muito tanto da autoaceitação quanto da aceitação social. A meta da Positividade do Corpo Artificial é dar aos amputados mais controle sobre sua aparência e utilizar melhor as próteses para ampliar os sentimentos de autoestima e autoaceitação. A Positividade do Corpo Artificial consegue isso ao projetar acessórios para próteses que permitem ao usuário expressar a sua individualidade, ao mesmo tempo em que elimina o estigma negativo em torno das próteses prontas para uso.

O app A.B.P. é onde esse conceito se torna realidade. Mais do que uma loja on-line de acessórios protéticos, é também um local em que são apresentados outros projetos inovadores e criativos na área das próteses. As possibilidades de expressar sua individualidade utilizando de um acessórios culminam no A.B.P. Creator, onde cada um pode criar o seu próprio acessório personalizado individualmente.

 

JESSE JACOBSEN E PAUL MEYER - MENÇÃO ESPECIAL

ACADEMIA DE ARTE MATHESIUS DE KIEL

 

PROJETO: “ESTRUTURA PARA TODOS”

 

Mobilidade, simplesmente definida como a capacidade de mover-se ou mover objetos livremente em um espaço, é comum em inúmeras sociedades. Apesar de ser um direito humano fundamental, a mobilidade depende de recursos como dinheiro, ferramentas e acesso à tecnologia. Como resultado disso, a mobilidade como tópico pode se tornar incrivelmente complexa.

Na tentativa de mediar um pouco dessa complexidade, tentamos tornar a mobilidade acessível ao maior número possível de pessoas por meio do desenvolvimento da “Estrutura para Todos”; uma ferramenta de mobilidade universal que pode ser convertida em diversas mercadorias diferentes, como um suporte de carga, mesa de exibição, abrigo ou até mesmo uma cama de acampamento. O nosso objetivo com a Estrutura para Todos é atender a uma variedade maior de necessidades de mobilidade, independentemente de status social, condição ou localização.

 

 

 

 

Assim como o nosso projeto visa atender às necessidades de mobilidade mais básicas do ser humano, a fabricação e o design foram mantidos o mais simples possível, tornando a Estrutura para Todos econômica e relativamente autoexplicativa. Cada conjunto de estrutura consiste em tubos de alumínio anodizado dobrado, conectores de alumínio fundido e pneus robustos. Uma variedade de aplicações possíveis foi retratada em um manual ilustrado, melhorando ainda mais a acessibilidade do nosso produto.

Como acreditamos que é mais importante do que nunca considerar a fabricação sustentável e a vida futura dos produtos industriais, escolhemos o alumínio como principal material do sistema. O alumínio é relativamente simples de fabricar e permite oportunidades de reciclagem monomaterial. Cada peça individual vem completa com um código de identificação exclusivo, que fornece informações sobre sua composição e tratamento de superfície quando escaneado. Isso permite que as empresas de reciclagem separem e processem adequadamente os materiais usados. Com isso, esperamos fechar o ciclo do material e avançar para um futuro mais transparente e sustentável. A Estrutura para Todos está estabelecendo parâmetros de mobilidade com impacto global.

 

 

 

 

Descubra todos os projetos no site do PRÊMIO DE DESIGN RIMOWA (somente em INGLÊS e ALEMÃO).

Mais histórias
PRÊMIO RIMOWA DESIGN 2024 - PROJETOS VENCEDORES
DESIGN | maio 2, 2024
PRÊMIO RIMOWA DESIGN 2024 - PROJETOS VENCEDORES
IV - Por dentro da casa de Jozef Schellekens - um tour de force modernista
DESIGN | abril 22, 2024
IV - Por dentro da casa de Jozef Schellekens - um tour de force modernista
CAFFÈ RIMOWA PARA SELAR A COLABORAÇÃO RIMOWA × LA MARZOCCO
DESIGN | abril 10, 2024
CAFFÈ RIMOWA PARA SELAR A COLABORAÇÃO RIMOWA × LA MARZOCCO
RIMOWA LANÇA UM GUIA DE FRANKFURT FEITO PELOS LOCAIS
DESIGN | dezembro 20, 2023
RIMOWA LANÇA UM GUIA DE FRANKFURT FEITO PELOS LOCAIS
POR DENTRO DA BAUHAUS DESSAU
DESIGN | novembro 30, 2023
POR DENTRO DA BAUHAUS DESSAU
III- POR DENTRO DA VILA VOLMAN
DESIGN | agosto 1, 2023
III- POR DENTRO DA VILA VOLMAN
Descubra mais histórias